Visitando a Borgonha em 3 dias


Quem visita a Borgonha geralmente faz uma viagem bem específica: Rota dos Grandes Vinhos Franceses, a Route des Grandes Crus.


Mas como a região é muito rica em história, natureza, gastronomia, grandes hotéis e é claro vinhos, a sua viagem pode ser de no mínimo 3 dias até um mês! Mas vamos começar em como aproveitar a região em 3 dias.


Dia 1 – Dijon

Conheça a cidade fazendo a Rota da Coruja.

Compre o mapa no escritório de turismo, Office de Tourisme, no centro da cidade por  3,50€ ou baixe o aplicativo Le Parcours de la Chouette pelo celular por €2.99 e siga as flechas douradas pelas ruas.


Dica: comprar o mapa é melhor do que baixar a sua versão no celular porque tem mais opções de línguas. São 10 inclusive o português e você deixa a bateria do celular para tirar fotos.


Essa Rota da Coruja faz um ótimo apanhado da cidade de Dijon de uma forma bem divertida e leve. Ótimo para todas as idades! Você consegue aprender a história, visitar monumentos e museus como o Museu de Belas Artes (Musée de Beaux Arts) e ainda pode parar nas deliciosas lojas de produtos locais, como as lojas de mostardas Edmond Fallot e Maille, na Mulot Petitjean que produz desde 1796 os famosos bolos de especiarias ou ir nas lojas do licor de cassis ou ainda dar uma passadinha nas grandes lojas de departamento como a Galerie Lafayette e Sephora.


Durante o passeio que pode levar 1 hora ou o dia todo, você pode aproveitar e matar a sede com uma bela taça de vinhos num bar de vinhos, bar à vins. Afinal você estará na Borgonha.


Se der meio-dia e bater aquela fome é fácil achar um restaurante para almoçar, pagando um preço justo por uma comida bem gostosa e tradicional. Nas ruas ao redor do Mercado de Dijon (que você achará pela rota da coruja) há vários restaurantes bons que ficam abertos do meio dia até as 14h. Ou outra boa opção é a Rue Musette que fica em frente à Catedral de Notre Dame. Todos esses restaurantes são lugares que os franceses frequentam, então você terá uma experiência como um local.


Dica: o horário de almoço é rígido, 12h até 14h, então programe-se.


E se você quiser comer um docinho depois de almoçar ou um lanchinho da tarde, vá em alguma das belas docerias de Dijon. A minha predileta é a Carbillet, que fica pertinho do carrossel no endereço 58 rue des Forges. Lá tudo é ótimo e tem algumas mesinhas onde você pode comer seu bolo com uma bela xícara de café.